terça-feira, 21 de junho de 2011

Meridianos

À semelhança do sistema circulatório ou do nervoso, existe uma rede de circulação energética no nosso corpo, Por acreditar que eram linhas imaginárias, a ciência ocidental batizou os canais de energia com o nome de "meridianos", chamados de TSING pêlos chineses, compõem o trajecto por onde passa o Chi. Cada órgão tem seu meridiano próprio e em cada meridiano existem vários pontos cutâneos com funções específicas cada um. 

Em Paris, o Dr. Jean Claude Darras, do Hospital Neker, provou cientificamente a existência dos canais de energia com uma experiência: Em um determinado ponto de acupuntura injectou uma substância radiativa de contraste, denominada tecnécio. A princípio, o tecnécio espalhou-se por toda a região desordenadamente; porém, outro ponto relacionado ao mesmo canal foi estimulado. Observou então que a substância se concentrou no ponto de origem e correu por um canal até alcançar o outro ponto. Com essa experiência provou-se a existência de um canal em nosso organismo que não pode ser visto a olho nu. 

Existem diferentes tipos de meridianos de acordo com a função que desempenham. Porém, apenas catorze meridianos são considerados importantes: doze meridianos principais associados a doze órgãos e dois meridianos extras, funcionando como reservatório de energia. Os doze meridianos principais são pares e simétricos, ou seja, reproduzem-se dos dois lados do corpo e correspondem a função dos seis órgãos (Zang) e seis vísceras (Fú); controlam o pulmão, o intestino grosso, o estômago, o baço, o coração, o intestino delgado, a bexiga, o rim, o pericárdio, o "triplo-aquecedor", a vesícula e o fígado.Os dois meridianos extras são ímpares, passando verticalmente pelo centro do corpo, um passa pela frente e outro pelas costas, tendo como principal função regular o fluxo energético dos outros doze meridianos. Todos os pontos de Acupuntura ao longo destes meridianos afectam o órgão mencionado, mas não necessariamente da mesma maneira. 

Cada meridiano possui pontos mais utilizados, ditos de comando, definidos a seguir: 

Ponto de Alarme - verificador do nível de Chi no meridiano 
Ponto de Tonificação - aumenta o nível de Chi no meridiano 
Ponto de Sedação - diminui o nível de Chi no meridiano. 
Ponto Fonte - reforça o trabalho do ponto de tonificação ou do ponto de sedação pelo aumento de comunicação entre os meridianos acoplados. 
Ponto de Assentamento - combate sintomas crónicos (todos estão no meridiano da Bexiga, nas costas e sobre os órgãos). 
Ponto Geki - Combate sintomas agudos, usados para conter as crises. 
Ao se estudar e observar o funcionamento dos meridianos e órgãos verificou-se que eles possuem um aumento da actividade durante duas horas por dia, sendo possível comprová-la com o simples exame do pulso radial. Esta observação criou a denominada Regra meio-dia meia-noite. Os horários de maior actividade são: 

Pulmão de 3 às 5 horas; bexiga de 15 às 17 horas. 
intestino grosso de 5 às 7 horas; rim de 17 às 19 horas. 
estômago de 7 às 9 horas; Circulação-sexo de 19 às 21 horas. 
baço-pâncreas de 9 às 11 horas; Triplo aquecedor de 21 às 23 horas.
coração de 11 às 13 horas; vesícula de 23 à 01 hora. 
intestino delgado de 13 às 15 horas; fígado de 01 às 03 horas. 

É interessante observarmos que os pacientes hepáticos e asmáticos por problemas de fígado, têm seus piores períodos entre uma e três da manhã, e para os cardiopatas, aproximadamente ao meio dia. 

A energia flui sem cessar na seguinte ordem: 

Pulmão - intestino grosso - estômago - baço pâncreas - coração - intestino delgado - bexiga - rim - circulação sexo - triplo aquecedor - vesícula biliar e fígado. 

Assim sendo, para tonificarmos, por exemplo, o coração, teremos que tonificar o elemento mãe, que é o baço pâncreas. Desse modo, se por exemplo, o coração está debilitado temos que tonificar sua mãe (fígado) e se está sobrecarregado devemos sedar seu filho (baço-pâncreas). 

A tonificação de qualquer órgão provoca a sedação do órgão que se acha em oposição horária. O mesmo é válido para sedação. Assim, a tonificação do estômago provoca a sedação da função de circulação-sexo (cs), ou ainda, a tonificação do cs provoca a sedação do estômago.

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL